Concluída formação da equipe ministerial

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, indicou neste domingo, 9, Ricardo de Aquino Salles para ministro do Meio Ambiente. Ele foi secretário de Meio Ambiente nos anos de 2016 e 2017, durante o governo de Geraldo Alckmin. Com a indicação de Ricardo Aquino Salles, que já era esperada, Bolsonaro conclui a formação do primeiro escalão do governo.
▪ Casa Civil - Onix Lorenzon
▪ Economia - Paulo Guedes
▪ Banco Central – Roberto Campos Neto
▪ Justiça e Segurança Pública - Sérgio Moro
▪ Agricultura - Tereza Cistina
▪ Ciência e Tecnologia - Marcos Pontes
▪ Gabinete da Segurança Institucional - Augusto Heleno
▪ Defesa - João Fernando Azevedo Silva
▪ Relações Exteriores - Ernesto Araújo
▪ Controladoria-Geral da União - Wagner dos Campos Rosário
▪ Saúde - Luiz Henrique Mandetta
▪ Advocacia-Geral da União - André Luiz de Almeida Mendonça
▪ Secretaria-Geral da Presidência da República - Gustavo Bebianno
▪ Educação - Ricardo Velez Rodriguez
▪ Secretaria de Governo - Carlos Alberto Santos Cruz
▪ Infraestrutura – Tarcísio Gomes de Freitas
▪ Desenvolvimento Regional - Gustavo Henrique Rigodanzo Canuto
▪ Cidadania – Osmar Terra
▪ Turismo – Marcelo Álvaro Antonio
▪ Minas e Energia – Bento Costa Lima Leite
▪ Mulher, Família e Direitos Humanos - Damares Alves
▪ Meio Ambiente – Ricardo de Aquino Salles