Diretas Já: Oposição não pode ser contra

Sobre a defesa das Diretas Já na Câmara, um dos mais estridentes deputados da oposição, disse que não poderia ficar contra a Proposta de Emenda a Constituição, que deve ser votada nesta quarta-feira na Comissão de Constituição e Justiça. Afinal, as ruas querem eleições diretas. Reservadamente, ele se diz certo de que a PEC das Diretas não vai ser aprovada pelos deputados. Para tanto, precisaria reunir 308 votos favoráveis em dois turnos de votação.

Partido Híbrido (PH)

Os partidos de oposição lançaram, na quarta-feira, 7 ​de junho​, a Frente Parlamentar Suprapartidária por Diretas Já! O evento, realizado no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, contou com uma animada participação do PSB, que anunciou o rompimento com o governo Temer depois da divulgação do grampo da JBS. Um deputado de convicção governista, figura das mais experientes do Legislativo, comentou a inclinação do PSB para esquerda, de onde, segundo ele, nunca deveria ter saído. Indagado sobre o seu futuro político, neste desordenado ambiente partidário, o deputado se declarou um híbrido.

A violência do racismo

Com o avanço da luta dos negros pelos direitos humanos, que hoje não se restringe à militância de grupos organizados, há esperanças de que certas estatísticas mudem no país. O Mapa da Violência 2016, que analisa as mortes por armas de fogo no país, mostra que, de 2003 a 2014 houve uma queda de 26,1% na quantidade de vítimas brancas. Entre as vítimas negras, um aumento de 46,9%.

E tome prejuízo!

A área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) calculou que, com operações de compra de ações e títulos de dívida (debêntures) do grupo JBS, o prejuízo do BNDES foi de R$711,13. Segundo a Polícia Federal, que realiza a Operação Bullish desde 12 de maio último, as investigações indicam que o apoio dado pelo BNDES à JBS causou um prejuízo de R$1,2 bilhão.  Os desembolsos do dinheiro público, de 2007 a 2011, tinham como objetivo a aquisição de empresas do ramo de frigoríficos, no valor total de R$ 8,1 bilhões.